The Lost Symbol: Dan Brown versão “light” para TV

Estreia daqui a pouco, no TVCine Action, uma série protagonizada por uma das personagens literárias mais populares, Robert Langdon, que já foi vivida no cinema por Tom Hanks. «The Lost Symbol» é inspirada na quinta obra de ficção assinada por Dan Brown, O Símbolo Perdido, publicada em 2009.

The Lost Symbol

Quando o mentor de Robert Langdon (Ashley Zukerman), um jovem professor de Simbologia em Harvard, é raptado e envolvido numa conspiração sobrenatural, o protagonista tem de se aliar a Katherine Solomon (Valorie Curry) e Inoue Sato (Sumalee Montano) para desvendar o mistério. «The Lost Symbol» tem por base o livro O Símbolo Perdido, de Dan Brown, ainda que tome a liberdade de alterar um leque considerável de personagens e relações da história original.

A busca por um portal transcendente é o motor do grande vilão da trama, que rapta e mutila Peter Solomon (Eddie Izzard), o peculiar mentor de Langdon, uma figura respeitada mas com um lado misterioso. Manipulado no encalço do amigo e de um mistério sem precedentes, Langdon reencontra Katherine e forma uma parceria com ela, naquela que é uma das linhas centrais da narrativa nesta temporada. Entre o mistério, o drama e o romance, «The Lost Symbol» vai encontrando o seu caminho, independente do livro que lhe dá origem, e também um pouco mais “light”, com storylines mais dentro do estilo televisivo.

The Lost Symbol

«The Lost Symbol» tem os ingredientes certos para criar uma série coerente e, ao mesmo tempo, com uma dose significativa de interesse para a audiência. Não obstante, é certo que não corresponderá às expetativas de quem leu o livro, dado que é uma história mais leve, tanto a nível dos acontecimentos quanto das personagens, primando por uma forte componente pessoal e relacional. Deve ser considerada um submundo da história-mãe, capaz de existir por si própria e com caraterísticas únicas, sem estar demasiado presa às ideias de Dan Brown; o que terá certamente o seu quê de positivo e negativo.

O elenco conta ainda com Beau Knapp, Rick Gonzalez, Sammi Rotibi, Greg Bryk, Tyrone Benskin e Keenan Jolliff, entre outros.

A lembrar o estilo de alguns episódios de «Castle» ou «Ossos», nomeadamente pela dinâmica de protagonistas, «The Lost Symbol» alia o dramatismo, ligado ao mistério e em particular à Maçonaria, a um romance previsível, mas nem por isso menos interessante para a audiência. Uma série feita à medida para quem gosta de narrativas ligadas a temas menos óbvios, e até sobrenaturais, mas sem serem particularmente densas ou complexas. Para ver a partir das 22h10 no TVCine Action.

 

Texto originalmente publicado aqui

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

20 + thirteen =